Batalha

A Batalha foi, em tempos, palco de momentos históricos memoráveis, com vestígios de ocupação que compreendem desde o Paleolítico, passando pela presença romana na importante cidade de Colippo, até às decisivas lutas pela independência. De todas essas marcas, resulta uma herança cultural incontornável.
Foi a vitória na Batalha de Aljubarrota, a 14 de Agosto de 1385, que ditou a construção do Mosteiro da Batalha, obra prima do gótico português (manuelino) e considerado nos dias que correm como uma jóia do património mundial. Durante o reinado de D. Manuel I, a Batalha foi elevada a vila, o que conferiu diversos benefícios.
Localizada na Estremadura, zona marcada por fortes contrastes, de "mar e serra", com uma infindável quantidade de paisagens, com solos férteis e clima temperado, a Batalha integra-se no Maciço Calcário Estremenho, abrangido pelo Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros (PNSAC). O calcário é um elemendo fundamental da paisagem, sendo possível observar diversos valores naturais, como grutas, algares, escarpas, campos de lapiás, entre outros elementos. Entre rochas, flora e dauna do mais variado leque que caracterizam o Maciço Calcário Estremenho, estamos perante o maior testemunho ibérico da história da geologia. 
Apesar de não ser banhado pelo Oceano Atlântico, este faz-se sentir, e, com ele, algumas das praias mais conhecidas de todo o país, tais como Nazaré, Vieira, Pedrogão, São Martinho do Porto ou Peniche, localizadas, em média, a cerca de uma hora da sede do concelho. Circundantes, estão também outros locais cheios de história, que vale a pena explorar, bem como as serras D'Aire e Candeeiros e S. Mamede, que tornam esta zona num local propício para actividades como o BTT, escalada e na qual se pode usufruir dos vários percursos pedestres incluídos nas belas paisagens naturais.
Viver na Batalha é viver num concelho que valoriza a sua identidade, natural e histórica, bem como as suas gentes. É um dos concelhos com uma taxa de desemprego mais baixa, e onde os habitantes tendem a ter um bom nível de vida, e sentem-se satisfeitos por nele se instalarem. 
A câmara da Batalha tem-se empenhado em continuar a criar emprego, expandindo a Zona Industrial da Jardoeira, com bons acessos rodoviários, de modo a poder albergar mais empresas, bem como a disponibilização de apoios ao empreendedimento e criação de emprego.



Fonte: Câmara Municípal da Batalha
O site Viver no Centro de Portugal utiliza cookies. Ao navegar está a concordar com a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies. Aceito
Encontre aqui o que procura