Celorico da Beira

Devido ao seu local estratégico, com o Mondego como barreira natural, o concelho de Celorico da Beira esta região é habitada há largos milénios

Embora não se tenha concisa a data da sua ocupação, muitos pensam que terá sido por volta de 500 a.C., outros, consideram que poderá ser bem anterior a essa data, em 2000 a.C., por Brigo, um lendário rei.

O primeiro povo a ocupar esta região terá sido o Túrdulo, uma das primeiras civilizações ibéricas conhecidas, da Idade do Bronze.

Sabe-se que os romanos por estas terras estiveram, devido à quantidade de caminhos existentes pelo concelho. Posteriormente, estas terras foram ocupadas por Godos e Árabes, tendo, estes segundos, na região permanecido até ao período da reconquista.

Na Idade Média este território foi várias vezes disputado entre portugueses e castelhanos, tendo este sido um importante local de defesa contra os ataques de Castela, com posição estratégica para defesa da região das beiras. O seu primeiro foral foi concedido por D. Afonso II em 1217. O mesmo foi confirmado por D. Manuel I, que também ascendeu Celorico da Beira a vila, em 1512.

A sede de concelho situa-se a cerca de 550m de altitude, no sopé da Serra da Estrela. Nesta zona de montanha, há em abundancia de ribeiros e levadas de água cristalina, sendo o rio Mondego o grande destaque a nível hidrográfico. Nas suas “paredes”, predomina o granito.

O queijo da Serra produzido na região trás a este concelho o título de ‘Capital do Queijo da Serra’.

O site Viver no Centro de Portugal utiliza cookies. Ao navegar está a concordar com a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies. Aceito
Encontre aqui o que procura