CoimbraMiraDesporto

Pontos de Interesse

Pista Ciclo-Pedonal (Mira)
Desporto

Pista Ciclo-Pedonal (Mira)

A Pista Ciclo-Pedonal do Concelho de Mira é um excelente meio para desfrutar da atraente natureza e de alguns dos espaços culturais locais, praticando desporto. Quem passeia e usufruir das terras de Mira não deve deixar de andar ou pedalar pela pista ciclo-pedonal, que ao longo toda a sua extensão passa por praias, dunas, matas, lagoas, cursos de água, moinhos e outras atracções. Desde a sua inauguração em 2000 que a Pista Ciclo-Pedonal é frequentada, durante todo o ano, por muitos habitantes e por inúmeros turistas nacionais e estrangeiros que se deslocam propositadamente a Mira para desfrutar desta infra-estrutura de excelência. Com uma extensão total de 26 km é uma das maiores pistas de Portugal e das que possui os melhores valores ambientais. No seu percurso atravessa diversos cursos de água, onde existem belas pontes de madeira, circunda as lagoas de Mira e Barrinha e percorre à beira de caniçais, salgueirais, dunas, praias e uma frondosa floresta de pinheiros. Atentamente e nesses habitats pode-se observar diversos exemplares da flora e da fauna que incrementam o seu valor ecológico. Passa ainda por um interessante património sócio-cultural na sua envolvente: casas gandaresas, retalhados campos agrícolas e belos moinhos de água de rodízio no activo. Junto à Pista Ciclo-Pedonal, na margem poente da Barrinha de Mira, recomenda-se a visita ao Posto de Turismo e Museu Etnográfico da Praia de Mira e, na margem nascente da Lagoa de Mira, o Sitio do Cartaxo – Ecoturismo. Fonte: www.cm-mira.pt
Percursos Pedestres - Mira
Desporto

Percursos Pedestres - Mira

O concelho de Mira possui um variado património rural com um conjunto de condições naturais e culturais que interessam valorizar e dar a conhecer. Por estas razões, os recentemente criados percursos pedestres do concelho de Mira, associados a prática do pedestrianismo, são uma aposta de forma a diversificar e potenciar o turismo, dando a conhecer o território e seu património. Os seis percursos pedestres contribuem para fomentar o desenvolvimento sustentável e a conservação patrimonial. Totalizam cerca de 60Km de extensão e estão implantados por caminhos tradicionais rurais e florestais e, parcialmente, na pista ciclo-pedonal. São uma forma saudável e excepcional para conhecer o território e os seus valores ambientais, culturais e arquitectónicos. Cinco destes percursos estão interligados (excetuando o PR6 MIR), integrando a Rede de Percursos Pedestres de Interpretação do Património de Mira. Ressalva-se que a maioria do traçado dos percursos estar em área protegida de estatuto europeu: Sítio Natura 2000 - Dunas de Mira, Gândara e Gafanhas e, a parte norte do PR5 MIR no Sitio Natura 2000 - Ria de Aveiro. PR1 - Rota dos Museus Extensão: 19.100mts Dificuldade: Fácil a moderado (pela distância e tipo de piso) Pontos de interesse: Museu do Território, Sítio do Cartaxo, Lagoa de Mira e campos agrícolas, Dunas e Pinhais de Mira, Vala do Regente Rei, Lota de Pesca e Arte Xávega, Memórias dos Palheiros de Mira, Capela Nª Srª da Conceição, Museu Etnográfico, Barrinha, Viveiros Piscícolas, Clube Náutico, valas e campos agrícolas, Ponte e vala Real. PR2 - Rota dos Moinhos Extensão: 8.500 mts Dificuldade: Fácil a moderado (pela distância e tipo de piso) Pontos de interesse: Sítio do Cartaxo | Casa Florestal da Lagoa | Casa Florestal do Casal S. Tomé | Parque de Lazer do Casal | Moinhos do Arraial | Moinhos da Fazendeira | Moinhos da Lagoa | Lagoa de Mira PR5 - Rota das Dunas Extensão: 4.400 mts Dificuldade: Fácil a moderado (pela distância e tipo de piso) Pontos de interesse: Parque de Lazer do Casal de S. Tomé | Moinhos da Areia | Quinta dos Moinhos da Areia | Parque de Lazer da Calvela Fonte: www.cm-mira.pt
Piscina Municipal de Mira
Desporto

Piscina Municipal de Mira

A Piscina Municipal de Mira é um complexo coberto, com uma área de construção de 3600 m2 em que o cais e a plataforma envolvente ocupa uma área de 670 m2, que possui uma piscina polivalente com 415 m2 e com uma profundidade entre 1,20 e 2,00 m, uma piscina de recreio e diversão com 108 m2, equipada com escorrega e jactos de água, e com uma profundidade entre 0,37 e 0,87 m, um jacuzzi com 5 m2, uma piscina infantil com 19 m2 e oito vestiários individuais. O Anteprojecto de Arquitectura foi viabilizado e aprovado pelo Instituto do Desporto em 2 de Maio de 1996. O terreno localiza-se numa zona desportiva, entre o Pavilhão Municipal de Desportos e o campo de futebol, junto à Escola Secundária, ao 2º CEB e ao Jardim-de-Infância. Pensando que a entrada no edifício se deveria fazer pela fachada voltada para a estrada (Sul) e que os planos de água e cais deveriam ter envidraçados a sul, chegou-se a uma solução de dois corpos paralelos, ambos com aberturas a Sul. Assim, os planos de água possuem grandes envidraçados a Sul e Nascente. As pequenas janelas a Poente têm como única função possibilitar o arrefecimento do ar em caso de sobreaquecimento. A Sul e Nascente além de fornecerem luz têm uma função térmica com o destaque para o envidraçado a Sul que é protegido do calor de Verão por uma pala. Quanto à implantação, o edifício foi recuado ganhando privacidade e permitindo a criação de um parque de estacionamento e passeios amplos. A Norte foi criado outro parque de estacionamento condicionado, destinado a funcionários. Foi derrubada a vedação na zona de ligação ao Pavilhão, passando os dois edifícios a funcionarem em conjunto, o depósito de gás passou para Norte e é comum aos dois edifícios. O mesmo acesso serve de apoio à central técnica. O Posto de Transformação é redimensionado e passa a fazer parte integrante do edifício. Por meio da diferença na cota das lajes, conseguiu-se um maior aproveitamento da luz natural. A cobertura na zona dos planos de água com asnas de madeira lamelada e acabamento a “sandwich” de chapa metálica com isolamento térmico. No interior, um tecto falso esconde o sistema de tratamento/aquecimento do ar e faz a correcção acústica. As restantes coberturas são em laje plana com isolamento térmico. As paredes exteriores são em blocos de betão com 30 cm, portanto com largura igual aos pilares estruturais, deste modo têm-se superfícies contínuas interior e exteriormente. O isolamento térmico faz-se pelo interior ou/e pelo exterior. Assim, ao nível do rés-do-chão e face à necessidade de ter materiais laváveis e duráveis no exterior o isolamento é feito pelo interior, no segundo piso é feito pelo exterior abrangendo sempre os topos das lajes e excluindo qualquer ponte térmica. As caixilharias são em PVC e vidro duplo. Os materiais utilizados nos tanques e cais respeitarão as exigências necessárias ao normal funcionamento deste tipo de equipamento e está a ser utilizado o sistema finlandês nas bandas e renovação da água das piscinas. Os materiais utilizados nos vestiários, balneários e sanitários, cumprem o capítulo quatro da Directiva CNQ 23/93. Tirou-se partido do grande envidraçado a Sul, criando um pórtico que faz o edifício parecer flutuar. Reforçando esta ideia, o espelho de água exterior que “bate” no envidraçado. Visto do interior há como que um prolongamento das zonas de água além de dar mais privacidade. A Nascente também o pórtico e um corpo que parece pendurado. No resto do edifício conjugou-se panos horizontais e verticais que serão acentuados pela cor do revestimento e delimitam os envidraçados. As palas são utilizadas para proteger as zonas de acesso e a Sul fazem sombreamento dos envidraçados nos meses de Verão. A Piscina Municipal de Mira foi inaugurada pelo Exmo. Senhor Ministro da Juventude e do Desporto, Eng. José Lello, no dia 17 de Novembro de 2001. Para pessoas com mobilidade reduzida a Piscina possui: Balneário/vestiário masculino e feminino totalmente equipado; Cadeira de rodas apropriada para acesso ao cais da piscina; Acesso por rampa à piscina de recreio e diversão; Acesso por elevador/cadeira à piscina polivalente; Ausência de barreiras arquitectónicas. Para os bebés: Balneário/vestiário apropriado para crianças até aos três anos e seus acompanhantes; Fraldário; O calção/fralda apropriado para bebé pode ser adquirido na recepção da piscina; Para um melhor conforto: Vestiários e duches individuais para quem deseja mais privacidade; Secador de cabelo; Sabonete líquido; Som aquático; Bar de apoio; Posto de socorro com equipamento de reanimação. Fonte: www.cm-mira.pt
O site Viver no Centro de Portugal utiliza cookies. Ao navegar está a concordar com a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies. Aceito
Encontre aqui o que procura